sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Lenda dos Índios Sioux

Lenda dos Índios Sioux
Se querem que o vosso amor perdure..."VOEM JUNTOS...MAS JAMAIS ATADOS"

Conta uma velha lenda dos indios Sioux,que uma vez chegaram até á tenda do velho bruxo da tribo,de mão na mão,Touro Bravo,o mais valente e honrado dos jovens guerreiros,e Nuvem Azul,a filha do cacique e uma das mais formosas mulheres da tribo
...-Amamo-nos..-começou o jovem.-E vamo-nos casar...disse ela,e queremo-nos tanto que temos medo...queremos um feitiço,um conjuro,ou um talismã...algo que nos garanta que podemos estar sempre juntos...que nos assegure que estaremos um ao lado do outro até encontrar a Morte.
-Por favor...,repetiram-há algo que possamos fazer?
O velho olhou-os e emocionou-se ao vê-los tão jovens...tão enamorados...e tão ansiosos esperando as suas palavras..
-Há algo...disse o velho,-mas não sei...é uma tarefa muito dificil e sacrificada...-Nuvem Azul...disse o bruxo-vês o monte ao norte da nossa aldeia?Deves escalá-lo só e sem armas para além de uma rede e tuas mãos...deverás caçar o falcão mais formoso e vigoroso do monte...se o apanhas,deves trazê-lo aqui com vida ao 3º dia após a lua cheia...compreendes-te?
-E tu,Touro Bravo..,continuou o bruxo- deverás escalar a montanha do trono...quando chegues lá a cima,encontrarás a mais brava de todas as águias,e só com tuas mãos e uma rede,deverás apanhá-la sem a ferir e trazê-la ante mim,viva...no mesmo dia em que virá Nuvem Azul...-Saiam agora!

Os jovens abraçaram-se com ternura e logo partiram para cumprir a missão encomendada...ela para norte e ele para sul.

No dia estabelecido frente á tenda do bruxo,os jovens esperavam com as bolsas que continham as aves solicitadas.
O velho pediu-lhes que com muito cuidado,as tirassem das bolsas..eram exemplares verdadeiramente formosos...
-E agora que faremos...-perguntou o jovem-matamo-los e bebemos a honra de seu sangue?
-Não-disse o velho
-Cozinhamo-los e comeremos o valor de sua carne?-propôs a jovem
Não,repetiu o velho,farão o que vos digo:segurem as aves e atem-nas entre si pelas patas com estas tiras de couro..quando estejam atadas,soltem-nas e que voem livres....
O guerreiro e a jovem fizeram o que se lhes pedia e soltaram os pássaros...a águia e o falcão tentaram levantar voo mas só conseguiram rebolar pelo solo.Uns minutos depois,irritados por sua incapacidade,as aves começaram a picar-se e a ferir-se...

ESTE É O CONJURO
Jamais esqueçam o que viram...são vocês como a águia e o falcão...se se atam um ao outro,ainda que o façam por amor,não só viverão arrastando-se...como para além disso,mais tarde ou mais cedo,começarão a ferir-se um ao outro... Se querem que o vosso amor perdure..."VOEM JUNTOS...MAS JAMAIS ATADOS"

Não me recordo de onde tirei esta história, nem sei porque aqui a deixo, apetece-me...

9 comentários:

  1. aPrincesaQueAchavaQueEraTãoFácilVoar21 de setembro de 2009 às 14:20

    É mesmo assim. Só assim faz sentido!
    bjito f

    ps obrigado pela partilha de tão bonita história.
    (não resisti a comentar achei-a linda ;-P)

    ResponderEliminar
  2. O Amor é muito mais do que palavras...
    Porque todas as pessoas podem dizer que amam!

    Para mim só pode manifestar-se de uma certa forma uma vez na vida.
    Tenho mais do que um lado radical.
    Anónima.

    ResponderEliminar
  3. E vamos saber quando esse manifestação acontecer? Ou ficaremos a aguardar algo mais forte?

    ResponderEliminar
  4. As pessoas gostam de se atar a outras porque são inseguras.
    Para mim, são inseguras porque não se deixam apaixonar, escolhem as pessoas para se apaixonar. O invólucro!

    Sabe-se quando acontece. Quando me perguntam o que vi na pessoa que amei verdadeiramente, respondo: Não sei...
    Porque não escolhi nada.

    ResponderEliminar
  5. Porque há coisas que devem ser lidas com banda sonora...
    http://www.youtube.com/watch?v=qz7vGW2_5c0&feature=related

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  7. ainda na linha da tal manifestação:
    acredita que é mais fácil desprendermo-nos de um passado que vivemos (e que deixou marcas) do que de um que não chegámos a viver.

    Será que todos têm o direito de O viver?

    acho que estou a cair no campo da "lamechice".

    23

    ResponderEliminar
  8. umaaprendizdefeiticeiraquefazmagia23 de setembro de 2009 às 10:41

    Era uma menina igual às outras e um dia encontra-o...http://www.youtube.com/watch?v=Tzj_B8xyCIE&feature=related

    ...e a magia é essa. é a liberdade que temos de poder escolher. de ficar. de partir. somos livres. e só assim seremos verdadeiramente felizes.

    bj gde e muitas saudades

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar